Poema

viajante solitário

1 minuto   Antes a chuva me tivesse arremessado aos rios e tivesse me integrado à natureza eterna… Viajante Solitário. Uma alma boa viu-me castigado, molhado, caminhando pelas trilhas do mundo e me acolheu. Que bom, que belos dias passei desfrutando de uma nobre hospitalidade até partir. Uma linda mulher, uma grande alma de coração maior ainda que em poucas horas deu-me sustento ao corpo e carinho, como nunca em toda vida tive. E eu senti de novo. Senti de novo, a punhalada aguda Continue lendo

Mayakovsky

1 minuto O que é belo deve ser sempre citado, e mesmo que muitos blogs já o tenham publicado, eu insisto em trazer este poema de Maiakovski, esse momento singelo de inspiração e beleza. Apreciem! Um dia, quem sabe,ela, que também gostava de bichos,apareçanuma alameda do zôo,sorridente,tal como agora estáno retrato sobre a mesa.Ela é tão bela,que, por certo, hão de ressuscitá-la.Vosso Trigésimo Séculoultrapassará o examede mil nadas,que dilaceravam o coração.Então,de todo amor não terminadoseremos pagosem inumeráveis noites de estrelas.Ressuscita-me,nem que seja só porque Continue lendo